segunda-feira, 7 de março de 2011

Pense antes de escrever =D

Olá!

Hoje completo 11 meses em Dublin!!!! AAAAAAAAAEEEEEEE !!

No dia 16/12/2010, escrevi sobre a "crise" na Irlanda (clique aqui para ler).
Essa semana recebi um comentário da Flávia Regina sobre o que postei e, me senti na obrigação de divulgá-lo (e comentá-lo).

"Sério Bruno??? Sério que você tem coragem de dizer que tem emprego em Dublin? Sério que você tem coragem de encorajar pessoas a virem pra cá que elas vão conseguir facilmente emprego desde que elas não sejam acomodadas???
Estou aqui desde novembro, mandei mais de 250 curriculos para cleaner, housekeeper, aupair e consegui 2 (duas!) entrevistas.
Meu namorado, que chegou junto comigo, mandou de uma única vez 50 curriculos e no total já mandou mais de 200 e conseguiu 1 entrevista (que não conseguiu o emprego por não ter referência dos 5 ultimos anos!) e 1 teste. Está à um passo do Brasil por não conseguir emprego!
Responsabilidade, Bruno! Responsabilidade porque é por blogs como o seu que as pessoas planejam o seu intercâmbio! Cuidado com oq eu você diz!"

1°: Eu DESAFIO qualquer leitor deste blog a encontrar algum post onde eu tenha escrito que "eles vão conseguir emprego facilmente".

2°: O comentário mostra duas coisas sobre seu dono (neste caso, dona):
a) Provavelmente ela tem dificuldades para leitura e/ou interpretação de textos, uma vez que eu, em momento algum, afirmei que a busca por um emprego em Dublin seria fácil. E ela insiste em dizer que eu escrevi o contrário (mesmo sendo impossível provar).
b) Ela tem a tendência de procurar outros culpados para o seu insucesso. Se muitas pessoas conseguem emprego e ela não, será que o problema está mesmo no país?

3°: Ela está duvidando da inteligência dos leitores deste blog, ao dizer "Responsabilidade, Bruno! Responsabilidade porque é por blogs como o seu que as pessoas planejam o seu intercâmbio! Cuidado com oq eu você diz!" Eu tenho CERTEZA que as pessoas que lêem esse espaço são maduras e espertas o bastante para tomar a melhor decisão para seu intercâmbio.

Resumindo, como já escrevi em posts anteriores, a situação do mercado de trabalho irlandês está longe de ser excelente, mas também não está desesperadora como alguns veículos de mídia tendem a mostrar.
Para quem quiser a prova disso, posso passar o contato de um rapaz, de Salvador-BA, que em menos de 10 dias na Irlanda fez um bico, tem uma entrevista, arrumou casa e fez muitos contatos. Ou então, de um outro, que está aqui há cerca de um mês e semana passada imprimiu CVs e andou pelo centro da cidade batendo de porta em porta atrás de emprego. Em um dia de busca, conseguiu vaga de Kitchen Porter.
Eu poderia listar muitos outros exemplos de pessoas que batalharam e tiveram sucessos.
Sei também que há casos de gente que não conseguiu, mas, cá entre nós: EM QUE LUGAR DO MUNDO, TODO MUNDO TEM 100% DE CERTEZA DE EMPREGO?

E, só por desencargo de consciência, segue uma lista com ALGUNS do sites de EMPREGO mais utilizados pela galera em Dublin:


Peço atenção especial ao primeiro site (www.jobs.ie). TODO DIA são publicadas dezenas (as vezes centenas) de vagas de emprego (nada mau para um país em "crise", hein?).

Caso alguém precise de modelo(s) de CV(s), é só dar um grito =D

Boa sorte para os candidatos! =D

Grande abraço!

PS.: Coloquei links, porém, não restrinja sua busca apenas aos sites. Imprima CVs e procure lojas, shoppings, etc. Fale com o gerente e deixe uma cópia. A entrega "ao vivo" ainda é a melhor forma de se buscar um emprego!

PS_2.: Como alguém reclama da crise ESTANDO EMPREGADO ??? Alguém me explica?

28 comentários:

  1. Arthur Pescarolli8 de março de 2011 00:20

    Bruno, estou indo para Irlanda em Abril. Concordo com vc no que diz respeito a crise e sim cara, pode ter certeza que seus comentários serve como auxílio e não como "certeza do que fazer". As pessoas geralmente utilizam blogs para ter uma noção de como será na Irlanda e para conseguir dicas uteis. Grato por sua ajuda sempre e não se importe com comentários inuteis. Geralmente nossas oportunidades são criadas por nossas proprias atitudes. Abs e logo estarei aííí!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruno...bem interessante o que escreveste ai no teu último post...tb tenho um blog, que não serve só pra contar as facilidades e dificuldades de viver no exterior, mas conto tb sobre minha vida e eu mesma...e ainda sim inevitavelmente umas das perguntas mais frequentes que recebo é: É FÁCIL ARRUMAR EMPREGO AI? Olha, fácil nunca é neh...assim como no nosso país nunca foi, mas vai de cada um, da disposição de cada pessoa, porque aqui tudo vale a pena. Desde mandar cv pela net, sair batendo perna por ai, dando cv pra amigos, conhecidos, vendo o mural das escolasa de inglês, indo no FAS...td isso é um meio de arrumar trampo. Lógico, que tb sempre é bom um pouquinho de sorte neh...mas tb não adianta cruzar os braços, desistir e sair por ai dizendo que não tem emprego...há trabalho sim, isso é fato, mas lógico a grande maioria pede inglês fluente, experiência e coisas do tipo, mas sempre há uma saída, sempre! O lance é correr atrás, não desistir e pensar por que veio pra cá!!!
    Conheço muita gente que retornou ao Brasil com 6 meses de intercâmbio pelo fato de não conseguir trampo, mas pergunta se o povo saía da aula direto pra rua entregar cv, se aceitava qualquer coisa, limpar chão, ser faxineiro??? AH pois é neh?! É ai que eu me refiro...a galera tem que ser consciente de que nada na vida é fácil, mas também se fosse fácil que graça teria...E bora lá neh meu povo, sebo nas canelas e pensamento positivo neh....
    bjoks Bruno...teu blog tá no meu blogroll, coloca o meu no teu ai, tchê?! hehehe
    Flá_pelomundo

    ResponderExcluir
  3. Olá Bruno! Gostei muito do blog e do seu post...concordo totalmente e assino em baixo! O número de brasileiros que chegam é muito, mas muito maior que o número de brasileiros que voltam sem emprego!
    Um detalhe bem óbvio também é que a pessoa chegou em novembro no começo do inverno. Até eu que trabalho fique um mês sem ir para o serviço porque tudo fica sem movimento. A real é que começa a pipocar empregos agora no verão e ela vai mudar a mente dela a hora que começar a fazer mais entrevistas!
    Só para lembrar, tem mais um site que eu utilizo muito e consegui a maioria das minhas entrevistas lá: www.fas.ie. Sem contar no famoso www.santoirish.com.br/blog. Já estou te seguindo!

    ResponderExcluir
  4. Rafa, seguinte....se está por ai deve saber que o emprego de verão a maioria é destinado ao povo dai...pois os estudantes estão de férias....o negócio é nao ficar escolhendo serviço..tenho lido além do blog do Bruno de outros brasileiros que ai estão, e um post que me chamou muito atenção no blog do Bruno e de uma outra menina que não irei citar o nome, é sobre um evento que acontece ai o "oxegen", A leitura do Bruno foi que evento foi muito "cansativo" mas valeu porque assistiu show que nunca imagianria está de graça....já o da moça foi terrivel...ela desitiu acho no segundo dia, pelo fato de ter "grau universitário" e que ele devereiam ter mais respeito...até onde eu sei ela ainda está na Irlanda...mas uma pessoa que vai com pensamento "fechado", possivelmnete vai passar fome...então orgulho e frescura nem pensa!Como diria um amigo meu:"vamo lava o chão gurizada!"

    ResponderExcluir
  5. Gislaine, não me refiro aos empregos de verão. E sim aos empregos permanentes mesmo. Porque quando chega o verão tudo fica mais movimentado: Spar, cafés, bares, pubs...então eles começam a contratar bastante gente, e não só para empregos de verão. Se você for em algum desses sites de empregos verá que o número de vagas aumenta drasticamente, e são para esses trabalhos permanentes e não temporários!

    ResponderExcluir
  6. Estou a 2 semanas em dublin...e todos q conheci aqui... tem um emprego seja ele como for, eu ja consegui coisas p fazer na minha área, sou arquiteto formado a 2 meses, a questão é procurar e correr atrais, sempre tem algo p se fazer, aqui ou em qualquer lugar do mundo!
    tenho um blog, conto mais como é minha vida em Dublin. http://diegoireland.tumblr.com/ ... pretendo ficar um ano aqui, e contar a experiência de viver em outro país. abraços!

    ResponderExcluir
  7. Eu acho que ambas as partes devem tomar cuidado sobre o que escrever, tanto a garota que postou o comentário, quanto o dono do blog que transcreveu o que ela disse. Não quero defender ninguém, mas também acho que é desnecessário insinuar que o problema estaria com a garota, e não com o país, por não ter conseguido emprego. Muita gente consegue sim, mas muita gente também NÃO consegue. Eu perdi a conta de quantos currículos entreguei, e só agora no quarto mês (quase quinto) consegui um emprego, e não é por isso que vou dizer que a situação não é tão difícil quanto parece, porque está sim. Não gostaria de escrever isso, porque antes de vir pra cá, eu ficava desesperado com certos comentários, mas infelizmente, a situação em Dublin não está boa, conheço pessoas que estiveram aqui em 2007/2008, e o relato delas é bem diferente do que está agora. Acredito que o comentário da garota, nada mais é do que o reflexo do desânimo, por tentar, tentar e tentar, e nunca ter uma resposta. Acho que esse meu comentário daria um post, mas é delicado falar sobre isso, porque não estou sendo parcial, já que eu não gostei de Dublin e não recomendo para quem quer aprender inglês e trabalhar também. Bom, é isso. Abraços

    ResponderExcluir
  8. errata: quis dizer 'imparcial', desculpem

    ResponderExcluir
  9. Não vivo na Irlanda, nunca fui para lá e tbm nunca quero ir... mas gosto de me informar. Pode ser que a situação na Irlanda nem esteja mesmo como os veículos de comunicação brasileiros e mundiais informaram, porém, se fizermos uma comparação do que era e do que é, da perspectiva de crescimento antes comparada a atual, talvez a situação da Irlanda seja mesmo "terrível", principalmente pq essa definição é algo subjetivo. Haja visto a tal "Crise Financeira Mundial", nem foi tão mundial assim, não em imediato pelo menos, e considerada como uma "marolinha" pelo presidente Lula. Tal definição dada por ele (e criticada por muitos) serve como comparação para o dono do blog, que definiu uma "crise" pequena ou menor do que o veiculado. O fato é que ser bom ou não viver no exterior, arrumar emprego ou não, ter crise ou não, é algo tão individual neste caso que não vale a pena comentar negativamente o blog, e nem repassar/comentar a mensagem da garota. Afinal, ninguem aqui sabe como é o CV dela. E se for bom o CV? E se ela foi nas empresas? Ai estariam a julgando tbm!
    Por fim, concordo com o Bruno sobre existir muitos exemplos de pessoas que conseguiram emprego, mais como blog formador de opinião, acho que deveria ter citado os exemplos negativos tbm, ser imparcial.
    Concordo com a insatisfação da garota tbm, pois deve ser uma situação desagradável, mais descordo por insinuar coisas sobre o blog e seu dono.
    Abs

    ResponderExcluir
  10. Bruno,

    Decidi ir para a Irlanda a uns 3 anos atrás desde então estou juntando dinheiro para isso.
    O meu objetivo é aprender inglês, e claro que viajar pela Europa, porem para isso terei que conseguir um trabalho.
    Só para constar tenho 2 amigos na Australia, um foi em outubro (brisbane) e a outra em janeiro (sidney) em ambos os casos eles ainda não conseguiram emprego. E pergunto a Australia está em crise?
    Acredito que a Flavia, falou em tom de desabafo. Acho que ela não se percebeu que
    o seu post era para ser lido como incentivo, ou seja, a situação está ruim, mas não dá para
    perder as esperanças. Venha com vontade que dentro do possível as coisas vão dar certo.
    Eu acredito que as pessoas tem que ter um objetivo, se o dela era aprender inglês será que não está sendo atingido?
    Comentei com a menina da minha agência pedindo informações de emprego e tal, e ela olhou para mim e disse, vá atrás acredito que conseguiras, porem pode demorar um tempo para isso acontecer. Leve dinheiro para se sustentar pelo tempo do curso, pois o teu curso não pode depender do teu emprego.
    Eu vou para Irlanda com ou sem crise, vou aprender esse po...de inglês e se possivel trabalhar e viajar bastante.Flavia tomará que as coisas melhorem para vc. E Bruno ta bala o Blog. Apartir do dia 28 se quiser vou poder te ajudar pois estarei ai.
    Abraço

    ResponderExcluir
  11. Adoreiiiiiiiiii seu post...na real todas as informações sobre a situação vista de tão perto, é sempre bem vinda!!

    Obrigada...suas informações são extremamente importante.

    Obs: Sou supeita a comentar algo sobre a Irlanda, pois tenho uma maor imenso por esse lugar mágico!

    ResponderExcluir
  12. Ja que o post é sobre Dublin, escolas em geral vou postar minha opnião aqui!! Espero não ser apagado!!!

    ResponderExcluir
  13. Segue minha humilde opnião.
    Informações necessárias: Dublin é uma cidade dividida por micro regiões que vão de D1 a D24, essa regiões por sua vez são divididas pela localização de qual lado do rio se está. Região par é a parte rica da cidade e a região impar é a parte pobre da cidade.


    Dublin: http://www.e-dublin.com.br/blog/wp-content/uploads/blogger/_BoIS4QgPahY/SitF6JHLxqI/AAAAAAAAA30/synyx8XFdMk/s1600/dublin_map.jpg


    Knacker:http://www.e-dublin.com.br/2008/12/fatos-reais-knackers.html


    O sonho acabou! É assim que eu vejo Dublin, uma cidade falida com direito a pedintes, desempregados tocando por alguma moedas na rua e uma população sem expectativa de melhoras, na qual os jovens que tiveram condições financeiras evadiram do pais, para Londres Alemanha, nos primeiros indícios da crise e não tendem a retornar brevemente. E para remover o que resta de esperança nas ruas praticamente só se vê português, espanhol, koreanoe e chinês. Todas as linguas mas dificilmente se ouve inglês, somente as das atendentes e funcionarios. É para essa cidade que você pretende vir.
    Dublin, apesar de ser capital, é uma cidade pequena, uma das poucas vantagens que vi foram os serviços e lojas disponíveis, acha-se de tudo. Como citado acima ela é separada a parte rica da parte pobre pelo rio. Uma cidade pequena com problemas de cidade grande. Quem mora em São Paulo ou nas grandes capitais brasileiras vai entender quando eu disser que o centro de Dublin (chamado de D1) é morto. É a parte mais decadente da cidade, onde a maioria das escolas de intercâmbio ficam (daqui a pouco falarei delas), a maioria dos brasileiros, e é onde moram os Knackers.
    A maioria das escolas com preços convenientes ficam no centro de Dublin, pra ser especifico em Dublin 1. Engraçado que quando te vendem o pacote você todo empolgado já pensa "Legal, minha escola é muito boa. Só pode, por ser no centro". Nem comentarei esse pensamento..
    As melhores escolas estão na parte rica da cidade (a parte par) e logicamente são as mais caras. Posso dizer que Edden College, BCT e SEDA, que ficam na parte impar e no centro D1 não são boas escolas. Vou relatar os problemas que chegaram ao meu conhecimento e os que eu mesmo tive.
    1º Acomodação: reparou que você nunca se preocupa aonde será a acomodação da escola quando compra o pacote? A Edden College cuida da sua saúde por você, conheci um aluno da Edden que caminha 30 minutos todos os dias para ir de casa para e escola (a acomodação dele fica na parte par enquanto a escola na parte impar). Na BCT eles te oferecem ternura, e mais emoção: na acomodação você se sente no Brasil pois praticamente só tem brasileiro e você fica acomodado perto dos nackers, onde qualquer dia e qualquer ora você é surpreendido com alguma coisa se chocando com as suas costas: garrafa de vidro, lata de cerveja, ovo, o que tiver na mão vale. Além disso, normalmente acontece deles esquecem que você está vindo e te colocam em um hostel ou hotel. Que bom você pensa! No hostel você divide um quarto com mais 4 pessoas, pelo menos (não são alunos do colégio muito menos conhecidos então cadeado nas suas coisas), e no hotel você não pode cozinhar (haja grana pra comer fora todas refeições e todos os dias). Mais um detalhe, normalmente te cobram 120,150 euros por semana na acomodação, isso é quase o preço de um mês de aluguel. Mas o que fazer? Leia até o final e descobrirá como não cair nessa armadilha.


    2º Material escolar: Surpresa! Esqueceram de te dizer que você terá que comprar o seu material, isso quando tem um livro determinado. Os livros que eles utilizam são tão desfasados que a maioria dos professores se recusam a utiliza-los. O livro que estudei no Brasil era muito melhor, sem comparação. Normalmente os professores criam um material ou seguem seus próprios “instintos”. Então, boa sorte com o professor (eu tive).

    ResponderExcluir
  14. 3º Nivel escolar: Você terá grandes problemas se for advanced ou iniciante (se não souber nada de inglês). Isso por que a maioria das escolas não têm professores preparados para isso. Exemplo: me prometeram que teriam TURMAS de advanced na BCT, estou no intermediário. A desculpa deles? Uma prova escrita de 30 minutos me avaliou meus 4 skills (listening, reading, writing and speaking). Tenho a leve impressão que talvez o fato da escola não ter uma turma advanced tenha influenciado eles colocarem a mim e outros alunos que reconhecidamente são advanced no intermediate). Por que não requisito meu dinheiro de volta? Desiste, não estamos no Brasil, eles não de devolvem o dinheiro e você não tem a quem recorrer. Mais um detalhe, é pratica normal sua turma NÃO começar na data que foi acordado. Por que isso acontece? Pelo mesmo motivo que você pode ficar sem acomodação, eles são desorganizados e não sabem quando terão alunos para formar uma nova turma. Conheci caso de pessoas que aguardaram 1 mês para as aulas começarem e outros alunos chegaram aqui no inicio do período de férias escolares (e isso logicamente inclui sua escola) e você fica mais um mês sem aulas.

    4º Sem estrutura: Uma das estorias mais absurdas. Um aluno tinha fechado negocio com uma agência no Brasil para vir estudar em uma escola, ele recebeu a carta da escola no Brasil dando sinal verde para ele vir para Dublin e surpresa! A escola, apesar de ter enviado a carta de confirmação, disse que não ia entregar os documentos necessários para o aluno tirar o visto de estudante até a empresa que ele fechou negócio depositar o dinheiro na conta da escola. Resumindo ele está no limbo até o momento.


    5º Salas de aula: Te disseram que tem diferentes nacionalidades na sua sala? Duvide, aqui tem muito brasileiro. Tem dias que infelizmente me sinto no Brasil. Na BCT e SEDA por exemplo há turmas exclusivamente de brasileiros. E nas turmas que não são exclusivamente brasileiros tem 1 ou 2 alunos de outro pais.

    ResponderExcluir
  15. Se você chegou até aqui é por que é teimoso o bastante pra dizer, "estou nem ai, vou assim mesmo".
    Quando comecei a pesquisar ouvi muitas estorias sobre pessoas que alugaram apartamento do Brasil sem vê-los e logicamente chegaram aqui tiveram uma surpresa desagradável. Poucos são os casos que se acha alguém que possa ir olhar o apartamento para lhe dizer se ele é bom ou não. O mesmo acontece com as escolas. Se você espera chegar até aqui para escolher um apartamento por que não fazer o mesmo com a escola?

    Faça o mais simples, o que ninguém fala. Compre a passagem normal, venha como turista. Chegando aqui visite as escolas, assista algumas aulas e escolha a que melhor lhe convier. Depois disso você pode aplicar seu visto normalmente como estudante. Há vendedores que lhe dirão que você precisa do seguro de saúde obrigatorio para entrar no país, que eles não vendem aqui. MENTIRA, como turista você não precisa de nada, além disso, como você acha que eles renovam os vistos? Tem que pagar aqui mesmo.
    Por que ninguém comenta isso? Como você acha que as escolas ruins sobrevivem? Vendendo pela internet, pois niguém conhece pessoalmente. Ah! Por falar em vender na internet tem umas pesquisas falsas com um ranking das escolas. Essa pesquisa é falsa. Um dos meus amigos que estudava em umas das escolas votadas disse que não reconhecia nenhum dos votantes, fosse da turma dele ou de outras turmas.
    Como se livrar dos brasileiros? Alugue casa ou apartamento distante do centro e de preferencia na parte par da cidade, é onde tem menos estrangeiros e mais nativos.


    Mais informações sobre knackers:http://www.e-dublin.com.br/2008/12/fatos-reais-knackers.html
    Mais informações gerais sobre escolas: http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=379881&tid=5271164881031040962

    ResponderExcluir
  16. Por falar em boas escolas Bruno, ouvi dizer que você quer comprar um curso de Business em outra escola. Sabia que na BCT tem esse curso? Por que não se inscreve aqui. Agora que você já sabe (duvido que não sabia antes) pode fazer sua matrícula e ficar feliz em estudar na excelente escola que trabalha.

    ResponderExcluir
  17. Ufaaaaaa!!!! Nao to sozinha nessa briga!!!!!
    http://brasilemdublin.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Bruno, eu concordo com vc... estou em Dublin tem quase 1 ano e já vi de tudo por aqui... Tenho amigos com 3 empregos, tenho amigos sem empregos... mas 90% dos que estão sem emprego só mandaram CV pela net, não realmente buscaram um objetivo... A maioria dos meus amigos trabalham aqui, claro, sub emprego, mas trabalham, e os que não trabalham são aqueles que se contentam em ficar no Herold ou que não estão afim de ir atras de um emprego... As pessoas adoram criticar... se não estão felizes que peguem o primeiro avião... =)

    ResponderExcluir
  19. Oi Bruno, tudo bem?!
    Eu sempre venho aqui ler seus posts, mas acho que é a primeira vez que comento!

    Cheguei em Dublin há uma mês! Já consegui tirar meu GNIB, já consegui alugar um apto e já consegui um emprego de AuPair.!
    Estudo na Success College (acho que vc estou lá né?!) e mesmo com mtos brasileiros estou conseguindo aprender bastante!!

    Dá pra entender o desanimo de quem procura, procura, procura e não consegue emprego!
    Mas poxa, se a pessoa não está feliz aqui, não está satisfeito, está sofrendo.. e só reclama! Pq não volta pra casa?!

    Não adianta falar mal da Irlanda, falar mal de Dublin! Tenho certeza que niguem veio pra cá obrigado né.!

    É isso! beijos

    ResponderExcluir
  20. Primeiro: Nunca apaguei um comentario desse blog, portanto, fique tranquilo.

    Segundo: O centro de Dublin e formado por D1+D2, e nao apenas D1. De acordo com a sua teoria, o predio da Heineken, o Temple Bar, o GNIB e outros pontos importantes nao ficam no centro, pois ficam em Dublin 2

    Terceiro: Ingles ''avancado''? Onde?

    Quarto: Sobre o quarto item da sua listinha de reclamacoes, eu gostaria de marcar uma reuniao com dois alunos que passaram pela situacao que voce citou e APOSTO que eles estao satisfeitos com a atuacao da escola. Alias, o que acha de essa reuniao acontecer essa semana?

    Quinto: Voce fala sobre os Knackers/Violencia. Eu tenho certeza que sua cidade/estado e mais violento que Dublin, portanto, com qual base voce diz que nao tem seguranca aqui?

    Sexto: Voce esqueceu de citar que a sua escola deixou voce imprimir seus CVs, mesmo sendo contra o regulamento interno, nao falou que a escola deixou voce lavar suas roupas na acomodacao estudantil, aquela mesmo que voce criticou, de graca.

    Setimo: Voce diz que Dublin e uma cidade falida. Pois eu acho que uma cidade que abriga a sede europeia das maiores empresas de TI do mundo, tem um dos maiores salarios da Europa e que em 2010 ficou na QUINTA posicao como melhor pais para se viver (inclusive a frente do Reino Unido), nao pode ser chamada de falida.

    Oitavo: Eu tenho a impressao que a sua unica intencao com seu blog e com os seus comentarios e ser visto como um ''defensor do alunos''. Por que ao inves disso, voce nao senta com os responsaveis da sua escola e procura meios amigaveis e criativos de melhorar a situacao. Seria bom para todos. Sera que vale mesmo a pena criar um espaco apenas para criticar algo? Ou entao, seja justo e cite tambem os pontos onde voce precisou de favores e foi atendido, como citei no sexto item.

    Estou a disposicao para quando quiser conversar. De verdade.

    Grande abraco =D

    ResponderExcluir
  21. Gostaria de ler todos os recados, mas o tempo corrido não me permite mais...
    De qualquer forma quero deixar minha opinião...
    Acredito que exista MUITO MAIS empregos do que de fato as pessoas acreditam ter...
    Morei em Dublin 12 e todos os 5 brasileiros que dividiam a casa comigo trabalhavam por lá, o que vai ajudar na escolha do emprego é o nivel de inglês, pois oportunidades eu particularmente constatei diversas.
    Quem quer trabalhar não deve apenas enviar curriculos e sim ir colocá-los em bairros distantes.
    Amanhã completarei 70 dias na Irlanda e atualmente estou morando em Athlone como Au Pair.
    Sites como o Gun Tree e o Au Pair World são excelentes, acredito ter feito mais de 12 entrevistas, precisando anotar em uma agenda as datas e horarios. O que acontece muitas vezes é o preenchimento errado do perfil...
    Bruno seu blog é o máximo e me ajudou MUITO a vir para a Irlanda assim como divrsos outros blog´s. É necessário que as pessoas tenham dissernimento ao lerem qualquer material publicado, pois mesmo que você diga que há ou não emprego, o blog é a visão de quem escreve.
    BEIJOS!!!!

    ResponderExcluir
  22. Olá Bruno!!

    Quantas opiniões hein!! rs

    Eu moro na Irlanda há 6 meses, tb escrevo um blog e a pergunta que mais recebo tb é: Como está a situação de emprego na Irlanda?
    Eu concordo um pouquinho com alguns comentários deste post, eu acho que emprego está difícil sim, porém não é impossível, ontem mesmo eu fui na BCT para obter informações de curso para um amigo que está vindo e conversa vai e conversa vem... me ofereceram um emprego de nanny, do nada, eu não estava procurando e às vezes tem pessoas que estão rodando as 7 freguesias e não conseguem nada, depende muito. Sem falar que rola muito o famoso QI por aqui. Tenho um amigo que só conseguiu emprego depois de 5 meses na Irlanda e procurando incansavelmente, mas tenho outro que conseguiu emprego com 1 mês e na área dele. Eu mesma com 1 mês consegui um emprego de au pair e antes disso já tinha ido em 2 entrevistas, mas não consegui por causa do inglês. Outro ponto importante é que o nível do inglês facilita muito a conseguir um emprego.
    E quanto as pessoas dependerem de informações dos blogueiros, é mt complicado, pq como disse a Aline, o blog é a visão de quem escreve, cada um tem uma opinião, por isso é importante ler vários blogs e enfim formar uma opinião própria, para depois não ficar procurando culpados, cada um é responsável por si próprio, nós blogueiros tentamos apenas ajudar com as nossas opiniões e experiências.

    Espero ter contribuído com a minha opinião tb!!

    Att,

    Luciana Sousa
    www.jornadapelairlanda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. E aí Bruno?? Blz? Nunca mais passei por aqui...
    Ah,não vou discursar muito quem quiser saber minhas opiniões sobre a Irlanda e o que já passei por aqui leia meu blog... rsrs
    Mas resumindo... Realmente uma coisa que me deixa irritado é gente besta, deslumbrada porque "mora na Europa" e adora ficar se aparecendo, exibindo principalmente para seus amigos que estão no Brasil... #Falei!! Pra mim gente que exalta demais tudo aqui é gente que quer se aparecer. É uma cidade como qualquer outra no planeta... tem comida boa, comida ruim, pessoas boas, pessoas ruins, gente violenta, gente pacífica... o que muda é o teor de cada uma delas... Esta cidade é muito semelhante com a que eu morava no RS, mesmo que lá são apenas 60 mil habitantes. Aqui é cheio de problemas, CHEIO, mas tem milhares de coisas muito boas... passei por diversos problemas, apertos, fiquei com fome, fiquei doente várias vezes e tive que passar por tudo sozinho... leve quase 5 meses pra conseguir um emprego, e EU PROCUREI MUITO!!!!!! Entreguei em todo tipo de lugar, enviei, e bla bla bla... somente consegui quando o amigo de amigo levou para uma vaga em questao... são milhares de concorrentes para poucas vagas... e lembro que não são apenas concorrentes brasileiros... apesar de eu pensar que sempre são maioria...
    Enfim... gente que pensa que aqui é wonderland é gente que quer se aparecer, REPITO MIL VEZES! Ah, também tem uma parcela que são pessoas que graças a Deus tiveram ajuda dos pais, tanto para o curso e etc, quanto para conseguir se manter aqui... o que não é meu caso que tudo foi através de meus recursos.
    Concluindo... eu gosto MUITO de morar aqui... ralo no trabalho, mas estou feliz, ralo na escola, mas estou feliz, e ralo pra fazer tudo sozinho, cozinhar, passar, lavar, limpar e bla bla bla... mas estou feliz. Foi minha escolha, aprendo a cada dia... e caso minha infelicidade fosse tão grande posso tomar a decisão mais simples... Get back to Brazil... =)

    ResponderExcluir
  24. Genteee! Encontrei seu blog por acaso, enquanto buscava algumas informações sobre Dublin (vou praí no começo de junho).
    Já vi todos os vídeos do seu canal do youtube e agora, vendo esse post e os comentários... Não sei muito o que pensar. Sei que concordo demais com a sua argumentação, Bruno. E acho também que é preciso ter um objetivo e arriscar.
    Você falou sobre modelos de CV... Vc pode me mandar isso? Eu queria MUITO ter um currículo pra usar como modelo.
    Enfim...
    Seu blog está muito esclarecedor. Sou jornalista e gosto de ver que você opina, sim, mas também informa. É o que muita gente precisa. Não para planejar todo o intercâmbio, mas para simplesmente ouvir relatos e opiniões.

    Adorei o blog!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  25. nunca eu comentei... mas resolvi comentar seu post. realmente vai muito da sorte tambem. qdo eu morei aí de 2008 e 2009 td mundo reclamava de emprego tinha acabado de estourar a crise. e mesmo assim, dei sorte de ser chamado pra uma entrevista de cleaner com menos de um mes morando ai. sem contar que voce acaba conhecendo pessoas... e graças a eles arrumei outro emprego no Metro, entregando jornal. Sem contar os empregos exporadicos, como nos eventos do estadio, rugby, vender Herold e etc... vamos se mecher que todos conseguem... abs

    ResponderExcluir
  26. Oie Bruno, nunca comentei também, mas vou falar, e olha q não sou do tipo boca aberta, mas eu sempre leio seu blog, e resolvi te apoiar um pouquinho!! ; )

    Eu vim pra Irlanda pra ficar um ano, e estou voltando pro Brasil com 4 meses de intercambio, mas calma...eu não odeio Dublin, também já fiquei frustrada, chorei e sofri de tanto procurar, fazer entrevistas e não conseguir, até que um dia eu simplesmente cansei e desisti! simples assim!....

    Para aqueles que vão vir, eu digo venham, não dá certo para alguns, mas nada é generalizado, O Brasil é um paraíso para uns, e inferno para os outros, eu morava em Maringá, e era uma ótima cidade, e Dublin, é ótima também, de um jeito diferente.

    Acredito que o que te faz feliz não é o lugar onde você está, nem seu emprego (cleaner ou whatever), ou o clima, é o que vem de dentro, é o seu modo de ver as coisas, se você não está feliz consigo mesmo, não verá felicidade em nada.

    Simplesmente resolvi abrir mão e tentar outros caminhos, eu sou jovem, tenho olhos e boca, e ainda estou viva!!
    "...Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso, porém se os teus olhos forem trevas, que grandes trevas serão..."

    Valeu Bruno...continue escrevendo..que mesmo no Brasil, vou continuar lendo!

    ResponderExcluir